Orientação:
1. Quando a empresa for optante do Simples Nacional, seguir:

Anexo I – Calcular apenas INSS empregados;
Anexo II – Calcular apenas INSS empregados;
 Anexo III – Calcular apenas INSS empregados;
Anexo IV – Calcular INSS empregados, INSS patronal (20%) e Acidente de trabalho;
Anexo V – Calcular INSS empregados, INSS patronal (20%) e Acidente de trabalho;
Conclui-se que, para anexos I, II e III deve se calcular apenas INSS empregados.
Para anexos IV e V, calcula-se INSS empregados, Acidente de Trabalho e INSS Patronal.
Observação: INSS terceiros ou Outras Entidades, quando estiverem no Simples Nacional, não devem ser calculados em hipótese alguma.

Para os anexos IV e V, existe uma recomendação do próprio SEFIP sobre como proceder no cadastro das empresas.

 Anexos IV e V:
Art. 1º As microempresas (ME) e as empresas de pequeno porte (EPP) optantes pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional) que exerçam atividades tributadas exclusivamente na forma dos anexos IV e V da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, devem informar no Sistema Empresa de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (SEFIP):
I – no campo “SIMPLES”, “não optante cod. 1”;
II – no campo “Outras Entidades”, “0000”;
§ 1º Na geração do arquivo a ser utilizado para importação da folha de pagamento deverá ser informado “2100” no campo “Cód. Pagamento GPS”.

2. No sistema Folha de Pagamento Tron, proceda da seguinte maneira, de acordo com cada anexo no cadastro de empresas da aba Folha de Pagamento:
|
Os campos Mês/Ano – Adesão, Anexo – Simples Nacional, Código GPS, Mês/Ano – Enquadramento, Optante são chaves e, caso sejam preenchidos de forma incorreta, provocam erros e divergências nos valores das guias (GPS, SEFIP) e relatórios.
Mês/Ano – Adesão: competência que a empresa enquadrou-se no Simples Nacional;
Anexo – Simples Nacional: anexo que a empresa enquadrou-se no Simples Nacional;
Código GPS: para os anexos I, II e III é “2003” e para os anexos IV e V é “2100”;
Mês/Ano – Enquadramento: competência que a empresa enquadrou-se em determinado regime. Por exemplo: se a empresa enquadrou-se no Simples Nacional em 01/2010, este campo deve ser preenchido também com 01/2010. Caso a empresa desenquadre-se do Simples Nacional em 01/2011, este campo deve ser preenchido com 01/2011;
Optante: código de opção para os anexos I, II e III é “2–Optante” e para os anexos IV e V é “1–Não Optante”;
Sem título
2.1.No Anexo I (figura 1), temos;
Mês/Ano – Adesão: 01/2010;
Anexo – Simples Nacional: 1 – Anexo 01 – Comércio;
Código GPS: 2003;
Mês/Ano – Enquadramento: 01/2010;
Optante: 2 – Optante;
Sem título
2.2. No Anexo II (figura 2), temos;
Mês/Ano – Adesão: 01/2010;
Anexo – Simples Nacional: 2 – Anexo 02 – Indústria;
Código GPS: 2003;
Mês/Ano – Enquadramento: 01/2010;
Optante: 2 – Optante;
Sem título
2.3.No Anexo III, (figura 3) temos;
Mês/Ano – Adesão: 01/2010;
Anexo – Simples Nacional: 3 – Anexo 03 – Serviço de Locação de Bens Móveis;
Código GPS: 2003;
Mês/Ano – Enquadramento: 01/2010;
Optante: 2 – Optante;
;Sem título
2.4. No Anexo IV na Figura 4 temos;
Mês/Ano – Adesão: 01/2010;
Anexo – Simples Nacional: 4 – Anexo 04 – Serviços;
Código GPS: 2100;
Mês/Ano – Enquadramento: 01/2010;
Optante: 1 – Não Optante;
Sem título
2.5. No Anexo V (figura 5), temos;
Mês/Ano – Adesão: 01/2010;
Anexo – Simples Nacional: 5 – Anexo 05 – Serviços;
Código GPS: 2100;
Mês/Ano – Enquadramento: 01/2010;
Optante: 1 – Não Optante.