Como gerar o SPED Contábil (ECD)?
19 min
Criado por NATÁLIA ALVES em 05/07/2021 10:55
Atualizado por EURILAINE FERNANDES DE OLIVEIRA em 05/05/2022 09:15

Objetivo:
Como realizar a parametrização e cadastros para a geração do SPED Contábil Digital (ECD). A Escrituração Contábil Digital (ECD) é parte integrante do projeto SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo, ou seja, corresponde à obrigação de transmitir, em versão digital, os seguintes livros:
I - Diário e seus auxiliares, se houver;
II - Razão e seus auxiliares, se houver; e
III - Balancetes Diários e Balanços, e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos;
👉 Para verificar qual empresa deve realizar a obrigação, acesse o link Instrução Normativa RFB N° 2003, de 18 de janeiro de 2021
👉 Caso ainda haja duvidas, acesse ao Portal do SPED.


Orientação:
1. Cadastro de Empresas:
1.1. Acesse a aba Cadastros, selecione a empresa desejada e clique em Editar (ENTER);
1.2. Na aba Contabilidade, se atente para o campo SPED/FCONT;
👉 Responsável pela Administração do Cadastro: Informar a unidade responsável pela administração do cadastro da entidade. Ao selecionar alguma unidade da federação, ela será relacionada com a Secretaria da Fazenda do Estado ou equivalente. Para mais informações a respeito desse campo, verificar tabela definida no campo 2 do registro 0007, conforme determina o Guia Prático do SPED Contábil;
👉Qualificação da Pessoa Jurídica: Informar uma das qualificações em que a empresa se encaixa:
00 - Sociedade Seguradora de Capitalização ou Entidade aberta de previdência complementar – (SUSEP);
10 - PJ em geral – (RFB) e Corretora Autônoma de Seguros – (RFB);
20 - PJ Componente do Sistema Financeiro – (COSIF);
👉 Código Cadastral do Empresário ou Sociedade Empresária na Instituição: Informar o código de cadastro da pessoa jurídica correspondente ao responsável pela Administração do Cadastro;
1.3. Ao finalizar, clique em Gravar (F11), para salvar as informações;

Observação: Verifique os caracteres especiais, se houver, exclua-os. Alguns que ocorrem são os S/N no campo do número, caso não contenha informe somente 0. 

2. Período Contábil:
2.1. Ainda na aba Cadastros, selecione a empresada desejada;
2.2. Clique em Extras (F10), e em seguida, em Períodos Contábeis;
2.3. Em Períodos Contábeis, clique em Inserir (INSERT);
2.4. Preencha o campo Qualificação da Pessoa Jurídica para a parametrização do Plano de Contas Referencial;


3. Escritório Contábil/Contador:
3.1.  Na aba Cadastros, acesse a sub aba Escritório Contábil/Contador;
3.2. Selecione o escritório desejado e clique em Editar (ENTER);
3.3. Confira todos os dados preenchidos e clique em Gravar (F11);

Observação: Verifique se todos os dados do Contador estão preenchidos corretamente, tais como: data de validade do registro CRC, o Número do CRC e os dados cadastrais complementares que foram criados no cadastro do Escritório Contábil e Contador.

3.4. Ainda na sub aba Escritório Contábil/Contador, selecione o escritório desejado;
3.5. Clique em Extras (F10), e em seguida, em Empregado Responsável pelas Informações do Escritório;
3.6. Verifique todas as informações se estão corretas;

Observação: Verifique os caracteres especiais, se houver, exclua-os. Alguns que ocorrem são os S/N no campo do número, caso não contenha informe somente 0.

4. Sócios Responsáveis:
4.1. Na aba Cadastros, utilize a opção Sócios Responsáveis;

4.2. Selecione o sócio desejado e clique em Editar (ENTER) o sócio ou responsável da empresa;
4.3. Verifique todas as informações preenchidas;

Observação: Verifique os caracteres especiais, se houver, exclua-os. Alguns que ocorrem são os S/N no campo do número, caso não contenha informe somente 0.

5. Plano de Contas Referencial:
5.1. Acesse a aba Cadastros, clique na opção Plano de Contas Empresas;
5.2. Clique em Extras (F10), após na opção Parametrização com Plano de Contas Referencial - ECD/ECF;
5.3. Pressione ENTER ou F2 na conta Analítica para parametrizar individualmente, conta por conta. Ou coletivamente ao selecione a conta de grupo, conta Sintética;
5.4. Após selecione a conta Referencial e Grave (F11);
5.5. Clique em Gravar (F11) novamente para finalizar;

Observação: Após apertar F2 ou Enter, no lado Esquerdo será aberto o Plano de Contas da Empresa e, ao outro lado, o Direito, será trazido o Plano de Contas Referencial. E, não deve parametrizar as contas Sintéticas, ou seja, as contas de grupos, somente as Analíticas. 

6. Natureza de contas para ECD/ECF:
6.1. Ainda em  Plano de Contas Empresa, clique nos Extras (F10);
6.2. Em seguida, clique em Parametrização para o SPED/FCONT/ECF;
6.3. Preencha os campos:
👉 
Parâmetro:  informe a natureza da conta a ser parametrizada;
Atenção: não é recomendado utilizar o parâmetro 6 - Outras Contas.
👉Conta:  clique na Lupa, e escolha a conta que representa a natureza da Conta conforme (item 5.2) acima;
6.4. Marque todas as contas clicando na Bandeirinha, e clique em Gravar (F11);

Observação: Repita o mesmo processo para as demais contas Ativo, Passivo, Patrimônio Líquido, Contas de resultado e Contas de Compensação.

Importante:
Contas de Patrimônio Líquido estão dentro do grupo Passivo, ao selecionar o grupo Passivo para a parametrização e clicar na bandeirinha para marcar todos, o grupo de Patrimônio Líquido será marcado como Passivo. Aconselhamos selecionar o parâmetro Patrimônio Líquido e na conta/grupo selecionar apenas o grupo de Patrimônio Líquido para realizar a parametrização de forma correta.

 7. Transformar lançamento Partida Simples para Múltiplas:
7.1. Na aba Movimentação, clique na opção Lançamentos;
7.2. Clique nos Extras (F10) e depois em Gerar Partida Múltipla;
7.3. Se aparecer movimentações no campo Origem é porque há lançamentos de partida simples;

Observação: Deverá ser feito este procedimento mensalmente.

Importante: 
O SPED Contábil não pode conter lançamentos de partida simples e este procedimento só é realizado se realmente houver lançamentos de partida smples em algum mês e, que deverão ser geradas partidas múltiplas. Caso a empresa não tenha lançamento de partida simples não necessita de transformar em múltipla. 

7.4. Marque individualmente os lançamentos que são complementares um do outro para o Débito e Crédito;
7.5. Clique abaixo em  para transformá-los em um único lançamento múltiplo;
7.6. Ao finalizar, clique em Gravar (F11);

Observação: Só poderá gerar os lançamentos múltiplos do mesmo dia e, se caso não haja diferença dos lançamentos débito e crédito.

7.7. Após gravar, repita o procedimento para os demais lançamentos;
7.8. Os lançamentos de Partida Simples foram unificados;

Observação: esse procedimento deve ser feito mês a mês caso contenha lançamentos em partida simples. Caso exista diferença de valores, devem ser corrigidos para geração da partida múltipla.

8. Estrutura das Demonstrações Contábeis DRE e DLPA:
8.1. DRE (Demonstração do Resultado do Exercício):
8.1.1. Acesse a aba Cadastros, e em seguida, clique na sub aba Estrutura DRE;


8.2. DLPA/DMPL (Demonstração do Lucro e Prejuízo Acumulado / Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido):
8.2.1. Acesse a aba Cadastros, clique em Estrutura de DLPA;
8.2.2. Em Estrutura para Demonstração clique no Inserir (INSERT) e preencha o nome da demonstração e o resultado;
8.2.3. Logo a direito em Grupos clique em Inserir (INSERIR), e preencha a Descrição do título e a Descrição do Resultado;
8.2.4. Selecione o Grupo criado e no campo Item clique no Inserir (INSERT) e preencha as contas que compõem o grupo criado;

Observação: Se faz necessário que seja criado no mínimo 4 grupos.

9. Geração do SPED Contábil:
9.1. Na aba Geração de Informações Oficiais clique na opção SPED Contábil;
9.2. Primeiro preencha o Signatário da Escrituração, clicando nos Extras (F10) e depois em Signatário da Escrituração;
9.3. Clique no botão Inserir (INSERT) e preencha os dados dos assinantes;

Observação: é necessário marcar pelo menos um dos signatários como Responsável pela assinatura do SPED Contábil.

9.4. Após, preencha os demais campos da tela de Geração do SPED Contábil;
👉 Se a
tente para os campos ao preencher, por exemplo, se houve alguma mudança de plano de contas de um ano para o outro poderá acusar erros ou advertências na validação do SPED. Portanto, há o campo Indicador de Mudança de Plano de Contas para preenchimento manual do registro I157 diretamente no Validador da Escrituração. 

Importante: Na geração do arquivo SPED Contábil não será obrigatório informar o campo "Data Arq. Atos Constitutivos" para preenchimento do campo 9 do registro I30 do arquivo, levando em consideração apenas o campo "Data Reg. na Junta" do “Cadastro de Empresas.

9.5. Marque Sim no campo Gerar Registro I051 para geração do Plano de Contas referencial. Caso não queira realizar a geração defina como Não;

Observação: para empresas obrigadas a apresentação da Escrituração Contábil Fiscal (ECF) este campo deve ser gerado obrigatoriamente. Caso não ocorrer a geração, futuramente deverá retificara ECD para entrega e apresentação da ECF corretamente.

3.2 – Cadastro da DLPA/DMPL (Demonstração do Lucro e Prejuízo Acumulado/Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido)

Acesse: Cadastros > Estrutura de DLPA > Inserir > Demonstração de Lucros de ou Prejuízo Acumulados

 

É composta por três campos: Estrutura para Demonstração, Grupos e Itens.

 

Estrutura para Demonstração: É composto por duas informações obrigatórias, Estrutura: É um campo Obrigatório, nome utilizado para a estrutura, como, por exemplo, DEMONSTRACAO DE LUCRO OU PREJUIZO ACUMULADO.

Descrição a ser utilizada no resultado: É o nome que irá aparecer como o resultado final da estrutura, exemplo: (=) SALDO FINAL DE LUCROS OU PREJUÍZOS.

 

Selecione a Demonstração de Lucros de ou Prejuízo Acumulados > Observe que no Grupo tem a tecla de inserir ou (Insert) > Clique em Inserir e preencha a informação desejada e Grave.                                                                    

Grupos: É composta por dois campos, Descrição do Título e Descrição do Resultado.

Descrição do título: É um campo Obrigatório, utilizado para informar qual o nome do grupo que irá compor a estrutura, exemplo: (+/-) SALDO NO INICIO DO PERIODO.

Descrição do Resultado: Não e Obrigatório preencher, mas neste campo, e onde irá TOTALIZAR o saldo do Grupo criado, por exemplo: (=) SALDO.

 

Selecione a conta do Grupo > No campo ITEM, logo abaixo, clique na opção de inserir > Preencha a informação desejada e Grave.

Itens: Esse campo é composto por CINCO itens: Tipo, Mês, Percentual %, Valor Manual e Conta. Serve para demonstrar o acontecimento nos grupos, informar quais as contas que compõem o mesmo, mas para inserir os itens nesse campo, e necessário selecionar o grupo, para poder informar cada item que compõem o mesmo.

 

 

Tipo:

  • Conta Contábil: A opção mais utilizada para demonstrar e evidenciar a movimentação ocorrida na conta.
  • Saldo Inicial: Irá levar apenas o saldo inicial da conta selecionada.
  • Valor Manual: O usuário poderá informar manualmente o valor desejado para cada conta informada.
  • Percentual: O usuário poderá informar os valores utilizando percentual desejado.
  • Conta: Esse campo serve para selecionar a conta desejada em seu plano de contas, diferente da estrutura de DRE, onde informa conta analítica e conta sintética. Na Estrutura de DLPA seleciona apenas as contas de forma individual que estão no grupo. Ou seja, somente contas ANALÍTICAS DO PLANO DE CONTAS.

 

Para exemplificação a estrutura a ser criado poderá ficar da seguinte forma:

Lembrete: para geração da ECD, ano calendário 2018, entregue em 2019 deverá ser criado a estrutura da DLPA/DMPL, para confrontamento dos saldos iniciais e finais das contas Patrimoniais. A recomendação é realizar o cadastramento de contas que tem Saldo Inicial no grupo de “Saldo Inicial de Lucros ou Prej Acumulados” e também, em contas que tem movimentação no ano corrente de “Lucro/Prejuízo Líquido do Exercício”. Com isso estará evitando erros futuros na ECD/ECF. Caso tenha necessidade de preencher os outros tipos de grupos, realize.

 

DICA: para evitar erros na validação do SPED Contábil, confira as orientações. Deve haver dois grupos informados, um para Saldo Inicial e outro para especificar a Movimentação no período:

Para Saldo Inicial deve preencher o tipo como Saldo Inicial e no campo Saldo informe o tipo Somar, da seguinte forma:

 

Para Movimentação no período deve utilizar o tipo Conta Contábil, Movimento como Saldo do Período e Saldo como
Somar, da seguinte forma:

3.2 – Cadastro da DLPA/DMPL (Demonstração do Lucro e Prejuízo Acumulado/Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido)

Acesse: Cadastros > Estrutura de DLPA > Inserir > Demonstração de Lucros de ou Prejuízo Acumulados

 

É composta por três campos: Estrutura para Demonstração, Grupos e Itens.

 

Estrutura para Demonstração: É composto por duas informações obrigatórias, Estrutura: É um campo Obrigatório, nome utilizado para a estrutura, como, por exemplo, DEMONSTRACAO DE LUCRO OU PREJUIZO ACUMULADO.

Descrição a ser utilizada no resultado: É o nome que irá aparecer como o resultado final da estrutura, exemplo: (=) SALDO FINAL DE LUCROS OU PREJUÍZOS.

 

Selecione a Demonstração de Lucros de ou Prejuízo Acumulados > Observe que no Grupo tem a tecla de inserir ou (Insert) > Clique em Inserir e preencha a informação desejada e Grave.                                                                    

Grupos: É composta por dois campos, Descrição do Título e Descrição do Resultado.

Descrição do título: É um campo Obrigatório, utilizado para informar qual o nome do grupo que irá compor a estrutura, exemplo: (+/-) SALDO NO INICIO DO PERIODO.

Descrição do Resultado: Não e Obrigatório preencher, mas neste campo, e onde irá TOTALIZAR o saldo do Grupo criado, por exemplo: (=) SALDO.

 

Selecione a conta do Grupo > No campo ITEM, logo abaixo, clique na opção de inserir > Preencha a informação desejada e Grave.

Itens: Esse campo é composto por CINCO itens: Tipo, Mês, Percentual %, Valor Manual e Conta. Serve para demonstrar o acontecimento nos grupos, informar quais as contas que compõem o mesmo, mas para inserir os itens nesse campo, e necessário selecionar o grupo, para poder informar cada item que compõem o mesmo.

 

 

Tipo:

  • Conta Contábil: A opção mais utilizada para demonstrar e evidenciar a movimentação ocorrida na conta.
  • Saldo Inicial: Irá levar apenas o saldo inicial da conta selecionada.
  • Valor Manual: O usuário poderá informar manualmente o valor desejado para cada conta informada.
  • Percentual: O usuário poderá informar os valores utilizando percentual desejado.
  • Conta: Esse campo serve para selecionar a conta desejada em seu plano de contas, diferente da estrutura de DRE, onde informa conta analítica e conta sintética. Na Estrutura de DLPA seleciona apenas as contas de forma individual que estão no grupo. Ou seja, somente contas ANALÍTICAS DO PLANO DE CONTAS.

 

Para exemplificação a estrutura a ser criado poderá ficar da seguinte forma:

Lembrete: para geração da ECD, ano calendário 2018, entregue em 2019 deverá ser criado a estrutura da DLPA/DMPL, para confrontamento dos saldos iniciais e finais das contas Patrimoniais. A recomendação é realizar o cadastramento de contas que tem Saldo Inicial no grupo de “Saldo Inicial de Lucros ou Prej Acumulados” e também, em contas que tem movimentação no ano corrente de “Lucro/Prejuízo Líquido do Exercício”. Com isso estará evitando erros futuros na ECD/ECF. Caso tenha necessidade de preencher os outros tipos de grupos, realize.

 

DICA: para evitar erros na validação do SPED Contábil, confira as orientações. Deve haver dois grupos informados, um para Saldo Inicial e outro para especificar a Movimentação no período:

Para Saldo Inicial deve preencher o tipo como Saldo Inicial e no campo Saldo informe o tipo Somar, da seguinte forma:

 

Para Movimentação no período deve utilizar o tipo Conta Contábil, Movimento como Saldo do Período e Saldo como
Somar, da seguinte forma:

Este artigo foi útil para você?
Últimos artigos visitados